Seca e Dura

terça-feira, 15 de julho de 2008

Pensei durante algum tempo em escrever este texto depois de vivenciar alguma experiência de blitz enfrentando o teste do bafômetro, mas como demorou e não rolou, vai sem vivência pessoal mesmo. De qualquer forma, se isto vier a acontecer eu deixo registrado aqui posteriormente.

Desde o dia 20 de Junho de 2008 entrou em vigor uma nova lei de trânsito que determina que nenhum motorista pode ingerir bebida alcoólica e depois dirigir. Eu concordo em partes neste aspecto. Acho que deve existir sim uma lei que puna os motoristas que dirigem embriagados, mas não que puna qualquer pessoa que beba.

Acredito que a lei anterior, que limitava o teor máximo permitido aos motoristas a dois copos de cerveja já era rigorosa. O erro era que a antiga lei na prática não era aplicada e nunca existiu um conjunto de campanhas e práticas educativas nesse sentido, no máximo algumas poucas propagandas em épocas de festas [Carnaval ,São João e Ano Novo].

O problema desta nova lei é que ela veio e existe para punir as pessoas, partindo da premissa que todas são responsáveis pelos acidentes e má preparação de motoristas além da falta de educação preventiva. Beber muito e dirigir obviamente não é recomendável, acho que todos iremos concordar com isso. Mas é inadmissível, que pessoas sem culpa no cartório paguem pelo comportamento de outros, que punam-se os culpados, mas não a sociedade.

Não existiu nenhuma campanha educativa nos meios de comunicação, nem quando entrou em vigor a nova lei houve um alerta de que a partir daquela data as coisas mudavam. Da noite para o dia as pessoas saíram de suas casas e eram obrigadas a passar por algumas das diversas blitzs estabelecidas em suas respectivas cidades. A sensação era de estar sendo pego desprevenido, ao mesmo tempo como era evasivo e assustador esse novo cenário, sem aviso prévio todos agora são suspeitos.

Uma ação [assoprar o bafômetro] que deveria servir para tirar dúvidas de quanto a pessoa estava preparada para dirigir virou uma prática obrigatória. Não mais uma adição às ações que visam um bem comum, mas uma forma de desqualificar qualquer pessoa que tenha tido o mínimo contato com álcool. Antes proibissem qualquer venda desta bebida, seria ao menos mais sensato.

Não existindo nenhum tipo de questionamento ou levantamento da sociedade para tanto se criou uma lei Godzilla com intuído de devorar e destruir quase que todos os cidadãos. Existiu apenas um julgamento errado da justiça de seus próprios atos, pondo a culpa nas pessoas em vez de em sua própria capacidade de educar e por em prática as leis anteriores.

Agora vivemos esta situação constrangedora de nem ao menos poder comemorar um aniversário de namoro com uma taça de vinho em um restaurante, não com as mãos ao volante. Isso para mim chega a ser ridículo, mas é trágico, pois é a nossa atual realidade. Meu pai sempre me falou uma frase excelente para momentos como esses: Excessos meu filho, nem de virtudes.

--------------------------------------------------------

PS: Agradeço a Raquel pelo incentivo e me questionando sempre quando iria escrever sobre esse assunto. Além de a Nathi por olhar o texto e de certa forma me motivar a concluir melhor o desfecho do mesmo.

PS2: Esta repercutindo pela internet a partida citada no post Eu ví, algumas pessoas importantes do mundo dos esportes e do tênis vem aclamando esta como o possível melhor partida deste esporte em todos os tempos. Nossa fui abençoado nesse dia então, por ter presenciado algo tão grande.

Mudanças

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Antes de qualquer coisa quero comentar sobre algumas mudanças. Eu gostava muito do layout antigo da página, mas funcionalmente ela tinha defeitos e o principal é que a caixa para comentários estava mal colocada. Adicionei também algumas coisas simples como um contador de visitantes on-line e um meio de os visitantes classificarem os posts do Blog. Ando estes dias fuçando muito a internet em busca especialmente de aprimoramentos para o Discurso, mas sempre que incrementar qualquer coisa no blog postarei avisando também. Espero que gostem das mudanças e qualquer coisa, por favor, comentem. Abraços!


------------------------------

PS: Instigado por dois posts de umas amigas no Blog As Chatinhas eu colaborei com a discussão sobre Amizade entre Homem e Mulher. Esta aqui o link dos textos de Tinha, B. Jean, além da minha contribuição. Espero que gostem.

Abraços!!!

Eu Ví

Não vou ficar aqui divulgando estatísticas para provar meu ponto de vista, apesar de os números serem impressionantes. Não são os números que fazem a carreira de Roger Federer e Rafael Nadal, talvez nem as vitórias descrevam o incrível talento destes dois tenistas. Enquanto assistia ontem a final de Wimbledon de 2008 e o jogo ia chegando ao final do seu 5 set, se aproximado das 5 horas de partida, tive certeza que presenciava algo mágico.
Sei muita coisa de façanhas de outros ídolos do passado de muitos esportes [muito porque pesquisei e em parte porque minha memória grava muita coisa], que apesar de ser um assunto corriqueiro de minhas conversais com amigos pouco escrevo no Discurso. Infelizmente não pude vir ao mundo antes, mas gostaria de ter presenciado a carreira de Garrinhcha, Pelé, Babe Ruth, Joe Montana, Bobby Jones e outros monstros sagrados do esporte mundial. Mas mesmo assim não me sinto mais desprivilegiado, não hoje, não mais.
Assistir aos jogos entre esses dois leões é algo indescritível, a originalidade das jogadas, a imprevisibilidade dos resultados e principalmente a categoria acima dos mortais me encanta de uma maneira singular. As partidas entre os dois são inacreditáveis, as disputas de bola sempre em alto nível técnico e de uma plasticidade tamanha que o queixo chega a cair. Tem coisas que literalmente descrever não é o bastante, mas algo vai ficar para sempre em minha mente e meu coração, se não vi os outros gênios do passado; eu ví Roger Federer e Rafael Nadal.
Para acrescentar um pouco da genialidade dos dois.

 

O que é o Discurso Humanista

Minha foto
Vamos ver: É um blog, acho que isso já diz tudo. Na verdade vai ser um apanhado de idéias que estão por aqui mesmo em minha cabeça, isso inclui bastante coisa mesmo. Serão abordados temas relevantes e irrelevantes e que de qualquer forma tenham alguma relevância para mim em um dado momento. Futebol, política, cinema, música e muitas coisas podem servir de tema de inspiração. Sejam bem vindos os futuros visitantes. Abraços a todos!

Melhores Textos

Categorias